Criolipolise

Criolipólise é a destruição de gordura localizada através do frio. Se trata de um tratamento não invasivo, uma vez que não há cirurgia, nem as temidas agulhas. Portanto, não dói, é indolor porque o frio serve como um anestésico na área a ser tratada.
Os adipócitos são refrigerados a 4 graus Celsius para a sua destruição. Mais tarde, o metabolismo os elimina pela urina dentro de 2-3 meses, quando finalmente é possível ver os resultados. Você pode perder até um centímetro de gordura, especialmente a gordura abdominal e apenas pequenas áreas de gordura localizada. Cada sessão dura aproximadamente 1 hora, podendo ser necessárias 2 sessões para completar o tratamento. A recuperação é imediata.


A criolipólise é feita com a ajuda de um aparelho específico cujos aplicadores acoplam-se perfeitamente às diferentes áreas do corpo. O endocrinologista Danilo Hofling, da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, conta que a ponteira do aparelho realiza um poderoso vácuo que promove a sucção da pele e da porção de gordura localizada. Ao mesmo tempo, o resfriamento intenso e controlado da gordura destrói as células de gordura. O resfriamento controlado age danificando seletivamente as células adiposas, que são mais sensíveis ao frio, sem causar qualquer dano a nervos, músculos e outras estruturas próxima. "Na prática o que acontece é a morte da célula de gordura", explica.


A Luciana Lima explica que uma ou duas sessões já são suficientes para trazer resultados. Mas há casos em que são necessárias mais sessões. A partir do décimo dia a quebra de gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão.

"É possível medir a diferença na fita métrica, mas a melhor maneira de fazer a comparação de fotografias de antes e depois, na mesma posição", explica a especialista.

Em uma única sessão, estudos científicos em Harvard apontam redução de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada. Mas claro, os resultados variam de pessoa para pessoa.


Contato para mais informações