Pós-Operatório

A drenagem pós-operatório é parte do tratamento cirúrgico, indispensável, tem que ser bem realizada, caso contrário poderá atrapalhar o resultado da cirurgia.
Depois de uma cirurgia ou de algum trauma, existe uma passagem maior de líquidos através da parede dos vasos sanguíneos. Nas cirurgias, além disso, os canais linfáticos responsáveis pelo escoamento desta linfa são danificados. A Drenagem Linfática auxilia neste escoamento dos líquidos e toxinas do corpo, reduzindo o inchaço e evitando o acúmulo localizado de líquido (seromas) e as indesejáveis fibroses (nódulos) que podem se formar durante o processo de cicatrização da lipoaspiração.

Atenção: a drenagem linfática no pós operatório não se restringe a área operada! Ela deve ser feita em todo o corpo para estimular a circulação e de forma mais detalhada na área operada, diminuindo assim a formação de fibroses pós operatória!


Geralmente iniciam as sessões de drenagem linfática entre o terceiro e o sétimo dia, no máximo, após a cirurgia, sendo que as primeiras sessões são de toques leves a extremamente leves para não causar desconforto e dor.

É feita com massagens sobre toda a área operada, e em pontos que ativam os gânglios linfáticos, levando a linfa até eles, facilitando assim o escoamento deste líquido. No início elas são bem suaves e não há dor durante a sessão. Nos casos de formação de fibrose é necessária a manipulação com maior vigor para a melhora destas cicatrizes.


No mínimo devem ser feitas dez sessões de drenagem linfática.

Mas pode chegar a trinta sessões o tratamento total, irá depender muito do paciente e sua recuperação, sempre em dias alternados e cada sessão deve durar cerca de uma hora.

Pode ser feito na residência, as primeiras sessões, ou na clínica. Nós recomendamos ser na clínica por conta da estrutura que melhor atende o paciente e após a segunda ou terceira sessão, já começam as drenagem com aparelhos.


Contato para mais informações